News do blog por e-mail

17 de julho de 2015

Decor: Como escolher o sofá ideal?

Babys estou enloouquecendoooooo.... Chegou a hora de pensar na sala do apê!!! Simmmmm... e ai fui pesquisar tudinho sobre salas pequenas.. e pequei umas dicas e inspirações e é clarooo trouxe pra cá! Mass vou compartilhar algumas dúvidas que tive e fazer alguns post sobre essa minha saga hahaha.. tipooooo..



Como escolher o sofá??? Vamos lá?

Gente o sofá é com certeza a parte mais importante e útil da sala não é?? O que mais usamos e acho que o maior móvel do ambiente... pelo menos do meu que é pequinininhooo!!rsrss Então....quando pensamos em qual sofá escolher sabemos que tem que ser bonito, confortável, de um tamanho certo para o espaço e ainda não muito caro.. porque né...haha OMGGG!!

Largar o corpo no sofá e por lá ficar durante horas é uma das atividades mais prazerosas quando se está em casa. O móvel é o companheiro ideal para cochilar, ver TV, ler, namorar e brincar com as crianças. "Sofás devem ser, acima de tudo, confortáveis", decreta o designer Marcus Ferreira, fundador das marcas de mobiliário Decameron e Carbono. "Ao mesmo tempo, devem ser práticos e de simples manutenção", pondera.
Bom, eu pesquisei, pesquisei e pesquisei e ví algumas dicas pra usar na hora de escolher...

1) QUALIDADE E PROPOSITO DO MÓVEL 

Se o seu sofá, como no meus caso, vai ficar na sala de TV ou de home theater, ele deve ter espuma mais mole devido ao conforto que proporciona a quem vai passar períodos longos assistindo a filmes e programas. Tem que ser gostoso de sentar e deitar nele!! Mozi queria algo mega confortável... http://eudecoro.com.br/artigos/como-escolher-sofa-perfeito


Para assegurar que a sua compra seja confortável e duradoura, terá de ver o sofá à lupa e ao raio-x:

Estrutura – esta deve ser preferencialmente de madeira (fuja dos contraplacados, plásticos e metais!), tem de ser sólida e incluir pés; pode testar a sua robustez fazendo o seguinte: ao levantar uma das esquinas da parte da frente do sofá cerca de 15cm, a outra perna da frente também tem de se levantar, se não aconteceu, a estrutura é muito frágil.

Juntas – apenas são permitidas as de madeira ou metal, ou seja, nada de pregos, grampos e colas.

Molas – são imprescindíveis e devem estar juntas e bem apertadas. Prefira os modelos que tenham 5 ou 6 filas de molas por almofada, em vez daqueles mais baratos (e fracos!) que dispõem de apenas 2 ou 3 filas por almofada. Se quando se sentar ouvir um pequeno estalo que seja, esqueça!

Enchimento – as melhores opções são a espuma de alta resistência que incorpora penas ou a espuma de poliuretano, para um maior conforto e para um sofá que não fique desfigurado em pouco tempo! Aperte os braços e as costas do sofá, quanto menos estrutura sentir, melhor. Certifique que as almofadas encaixam perfeitamente na estrutura, ou seja, não saem fora, nem permitem folgas entre as restantes almofadas. As costuras, feitios e saias também devem estar alinhadas e lisas.

- Peças com apoio para os pés (retrátil ou não) são recomendadas para sala de TV ou de home theater. A profundidade do sofá também deve ser considerada, para garantir o total relaxamento. "Uma regra simples é sentar e cruzar as pernas na posição de lótus. Se você couber dentro do assento, então este poderá ser considerado um bom sofá para estes ambientes" ensina Ferreira. Os modelos reclináveis ou com chaise longue, que possibilitam deitar o corpo de frente para a TV, também têm tudo a ver com a proposta. 


2) COR E HARMONIA DO AMBIENTE

O móvel determina o tapete. Se for escuro, vale investir em uma peça clara para o chão. Caso seja estampado, é melhor escolher uma neutra. Sofá liso abre espaço ao tapete com estampa. Como eu ainda não tenho tapete, mas meu chão não é inteiro liso, pequei um sofá sem estampa... acho mais fácil de combinar e abusar na decoração com almofadas...Também é mais econômico investir em detalhes coloridos do que em um sofá chamativo. Se enjoar, basta comprar mantas e almofadas diferentes, o que sai bem mais barato que um móvel novo.

A dica para casas com crianças e animais de estimação é sofá escuro, que disfarça melhor possíveis sujeiras. Nesse caso, a decoração do restante do ambiente deve priorizar tons claros, evitando ar pesado e aspecto de que o espaço é menor. Como não tenho, ainda estou na ilusão do tudo brancooooo... Me deixaaa!! ahahah



3) TAMANHO E MODELO

 O tamanho da sala dita o do sofá. É importante que haja, no mínimo, 70 cm de espaço para circulação em volta do móvel. Caso o ambiente seja pequeno e possa receber apenas uma peça de dois lugares, a sugestão é apostar em pufes como mesa de centro, por exemplo. Antes de comprar, uma dica é tirar as medidas do móvel e marcar no piso de casa, com fita crepe, para visualizar a área que será ocupada. Um sofá com pernas e braços mais finos dá a ilusão de uma sala menos “cheia” (o que é bom para espaços pequenos), enquanto um sofá que vá até ao chão terá um visual mais “pesado”, sendo o ideal para preencher uma divisão mais ampla.



Sofá em "L" cai bem em espaços grandes, onde não atrapalha a circulação. 

Passa na porta?



Parece básico, mas muita gente só descobre que seu sofá novinho não tem como entrar em casa depois que ele empaca na porta do elevador.
Além de sair de casa com as medidas da sala na bolsa, lembre também, antes de comprar, de medir a largura e altura das portas ou janelas que dão naquele ambiente. É apartamento? Tem elevador de serviço grande? Se não, é possível içar pela janela ou varanda? Saber isso tudo, além das regras do condomínio, evita muita dor de cabeça depois.

4) POSIÇÃO QUE O MÓVEL VAI OCUPAR

Sofás podem ser utilizados para dividir o ambiente. Os arquitetos indicam dispor um aparador atrás deles. No meu caso não dá porque o sofá fica na parede.. mas eu acho lindooooooo!! Apesar de não existirem regras para o posicionamento do móvel, os profissionais ressaltam que sofás muito altos podem deixar o ambiente pesado, ainda mais se colocados no meio da sala. O ideal, neste caso, é encostá-los na parede. Quando o sofá está de frente para quem chega, a impressão é que o ambiente fica mais receptivo às visitas...


5) REVESTIMENTO

O revestimento de mais fácil manutenção é o de couro ecológico, indicado para sala de estar. Sala de TV e de home theater pede de tecido, que é mais aconchegante e ganha praticidade com a impermeabilização, por facilitar a limpeza e dificultar a absorção de líquidos. Eu não posso negar que não goste do couro.. acho que fica sempre limpo sabe... maaassss também não nego que o tecido seja mais aconchegante.. concordo..

Vou falar aqui dos mais conhecidos...

Courino

Sofá de Couro sintético, impermeável, e fácil de limpar. São modelos de sofás macios, mas esquentam com facilidade, é aquele tipo de tecido que “gruda” na pele nos dias de calor. A durabilidade vai depender dos cuidados, da qualidade e da frequência de uso.

Couro legítimo


Possui maior durabilidade entre todos os modelos de sofás. É agradável ao toque e confere muito luxo ao ambiente. O custo é maior mas você tem a certeza da qualidade.

Chenille


São os modelos de sofás mais procurado, possui um ótimo custo x benefício, é mais complicado para limpar.

Suede


É um tecido agradável ao toque, tem bastante semelhança com a camurça, é um revestimento muito lindo. A limpeza é ainda mais complicada e os cuidados devem ser redobrados.

Com essas dicas você já sabe como escolher um modelo de sofá com um tecido que se adapte as suas necessidades e preferências.

- Os móveis em couro ou courino caem muito bem em ambientes clean.
- O suede combinado com um tapete ou carpete, compõe uma sala muito aconchegante.
- Os modelos de sofás com chaise além de maior conforto sempre dão um toque a mais na beleza da casa.

Dificil né??? Nossa senhoraaaa.... mas a dica mais importante vem agoraaa!!

Faça o teste do sofá

Essa último ponto é o mais importante: não deixe de experimentar os sofás antes de comprar, quantas vezes achar necessário. Peça para acionar o mecanismo de expansão do assento, se houver. E não tenha vergonha de colocar os pés para cima e se recostar na chaise para ver se se sente confortável. Essa é a hora de testar tudo, para ver se você e seu sofá são mesmo feitos um para o outro.

Como regra geral, é melhor escolher sofás confortáveis, mas que sejam mais firmes. Lembre que as molas e espumas, por melhor qualidade que tenham, tendem a amaciar com o uso. Se você já afunda no sofá antes mesmo de levar para casa, corre o risco de ficar demais depois.

Pergunte sobre o material do qual o sofá é feito. Tem garantia da estrutura interna?

Depois que o modelo que você escolheu passar por todos os testes acima, é só sentar e aproveitar. De preferência, com a casa cheia de amigos.

Um Beijooooo!! Quero meu sofá!!!

Um comentário:

  1. Adorei as dicas, sempre fico muuuito em dúvida na hora de escolher o sofá certo! Bjs
    http://desejoserperfeita.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar gente!!!